Artscape acontece no segundo semestre na Suécia

0

*Mauricio Vieira

julia-volchkova-RUS-1Pelo terceiro ano seguido, as artes de rua invadem a Suécia. A edição de 2016 será realizada de 25 de Julho a 21 de Agosto na cidade de Göteborg, quando esta completa 400 anos de aniversário. Denominada de Artscape ou, mais precisamente, Organização Sueca de Arte de Rua, o objetivo é promover o acesso à arte de forma gratuita e, principalmente, ao ar livre. O projeto, iniciado em 2014, é tornar cada bairro da cidade-sede do evento num palco e num ponto de encontro de artistas de rua de todo o mundo. A proposta, além das exibições artísticas, é promover o diálogo, a criação e uma rede de relacionamentos entre os artistas e o público interessado no tema.

Fundada por Daniel Wakeman and Tor Hedendahl, a Artscape promove, a cada ano, novas possibilidades de arte de rua no ambiente urbano moderno, sempre reunindo novos e excitantes projetos. “Acreditamos que a selva de placas de publicidade na paisagem urbana moderna precisa de alguma competição. A grande arte não deve limitar-se apenas galerias e museus”, ressaltam. CityzenKane - UK

Em 2014, Artscape foi o primeiro festival internacional de arte de rua já realizado na Suécia, que teve lugar em Malmö. Naquele ano, artistas de todo o mundo compareceram à terceira maior cidade sueca, transformou-a na maior galeria de arte ao ar livre, com murais e instalações, aproximando a arte do público e, claro, o público da arte. Artscape é uma organização sem fins lucrativos que busca inspirar as pessoas e promover a arte pública para todos.

Serviço:
O que: Artscape
Quando: de 25 de Julho a 21 de Agosto
Local: Cidade de Gotemburgo – Suécia
Valor: Gratuito
Mais informações: http://www.artscape.se/

Robots - UK

Göteborg
Segunda maior cidade sueca, a cosmopolita Gotemburgo fica praticamente equidistante das três grandes capitais escandinavas, Estocolmo, Oslo e Copenhague. Seu movimentado porto dá o tom do cotidiano local, repleto de canais e docas, palco para uma vida cultural agitada, ótimos restaurantes e bares onde os olhares se cruzam com bastante frequência. Sempre inovadora, a relativamente jovem cidade possui uma eclética população universitária e é sede de uma das maiores multinacionais locais, a Volvo. Gotemburgo corre ao longo do rio Gota Alv e possui algumas boas atrações para o turista, como o sempre popular parque temático Liseberg e um punhado de museus como o Universum – dedicado às ciências, o museu de belas-artes Konstmuseet e o Stadsmuseum, que possui até um barco viking original.

Como chegar
O aeroporto Landvetter serve diversas cidades europeias, enquanto que o Göteborg City só trabalha com as companhias Wizz e Ryanair. Os serviços de trem Flygbussarna ligam ambos os aeroportos até o centro da cidade em cerca de 30 minutos. Por terra a cidade possui diversas opções para cidades da região, como Estocolmo, Malmo, Oslo e Copenhague. De trem, há os serviços da SJ e dos trens noturnos da Connex. De ônibus, companhias como Svenska Buss, Swebus e Eurolines ligam Gotemburgo a vários destinos. Por mar a cidade é ligada a várias cidades da Noruega, Dinamarca e Alemanha.

*Jornalista pela Universidade de Fortaleza (Unifor). Tem mestrado em Reações Internacionais, com especialização em Estudos da Paz e Segurança pela Universidade de Coimbra, em Portugal. Participou do Programa de Formação Complementar na Missão Diplomática do Brasil para a ONU, em Genebra, na Suíça. Foi coordenador de comunicação da OAB-CE e correspondente da Brigadeiro no Nordeste. Atualmente, é doutorando em International Politics and Conflict Resolution no Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, em Portugal. É correspondente da Brigadeiro na Europa.